terça-feira, 5 de setembro de 2017

Cabistas lotam quadra do CIEP, em Arraial do Cabo, para acompanhar audiência pública sobre a TPA



Fotos: Horácio Cfzone

Evento aconteceu para esclarecer dúvidas da população e falar sobre o processo de regulamentação da taxa


       Os cabistas compareceram, em peso, na quadra do CIEP, em Arraial do Cabo, para acompanhar a audiência pública para discutir a Taxa de Preservação Ambiental, na manhã dessa terça-feira (5). O evento aconteceu para esclarecer dúvidas da população e também para falar sobre como será feita a regulamentação da TPA na cidade. A taxa é um tributo arrecadado pelo município que é revertido em investimentos e conservação das boas condições ambientais e ecológicas e na melhoria da prestação dos serviços públicos.
      Participaram da audiência, o prefeito de Arraial do Cabo, Renatinho Vianna, a prefeita de Bombinhas-SC, Ana Paula da Silva, o Secretário de Meio Ambiente e biólogo responsável pela TPA de Bombinhas, Flávio Steigleder, além do secretário de Meio Ambiente de Arraial, Márcio Croce; o vice prefeito cabista Sérgio Carvalho; o presidente da Câmara de Arraial do Cabo, Ayron Freixo, entre outras autoridades locais.
      Quem ainda tinha alguma dúvida sobre a TPA, saiu do CIEP hoje com a resposta que esperava. Durante toda manhã, os cabistas tiveram a oportunidade de ouvir e questionar sobre o assunto mais comentado na cidade, atualmente. A Taxa de Preservação Ambiental que será implementada pela Prefeitura de Arraial do Cabo foi o motivo da realização da audiência pública.
      Para explicar o funcionamento e implementação da taxa, o prefeito Renatinho Vianna convidou Ana Paula da Silva, prefeita de Bombinhas-SC, um dos municípios, do Brasil, que cobra pela TPA. Na audiência, a prefeita apresentou dados comparativos de Bombinhas, antes e depois da cobrança da taxa. “No primeiro ano, tivemos uma redução de 40% na criminalidade, isso porque os veículos que entram no município são monitorados em conjunto com a polícia militar. Além disso, com o recurso, conseguimos melhorar os serviços de coleta de lixo e investir em projetos voltados para a preservação do Meio Ambiente”, afirmou Ana Paula. Ainda de acordo com ela, a TPA é uma maneira de dividir com o turista o ônus pela manutenção da cidade, levando em consideração a degradação que ocorre devido ao grande fluxo de turistas.
    Durante a audiência, alguns moradores puderam fazer perguntas direcionadas às autoridades presentes. Questionamentos sobre onde o recurso será investido e como será o desenvolvimento da TPA foram respondidos no final do evento. O prefeito Renatinho Vianna ficou bastante satisfeito com o evento e falou da importância da população ter comparecido. “Foi muito gratificante porque todos que participaram puderam conhecer mais sobre a TPA e saíram da audiência, sabendo dos benefícios que essa taxa vai trazer para Arraial, será o legado do nosso governo”, concluiu o prefeito.
     Todas as sugestões apresentadas na audiência pública serão discutidas pelos responsáveis do projeto e as mais relevantes serão transformadas em emendas para serem votadas na Câmara Municipal.
Texto: Juliana Rodrigues
Fotos: Horácio CFZone

ASCOM/PMAC